InovaAcao – Inovação não é uma área, é uma cultura.

InovaAcao – Inovação não é uma área, é uma cultura.

Cultura de inovação é o tema que vamos tratar nessa série chamada “InovaAção” com capítulos empolgantes e cheio de aprendizados sobre a experiência que tive na criação de uma frente de inovação colaborativa em uma empresa de tecnologia, onde também descobri que inovação não é uma área, é uma cultura.

O CONVITE

Pouco tempo depois de ter entrado como especialista de experiência do usuário em uma das maiores empresas de tecnologia do Brasil, recebi um convite que me deixou realmente empolgado. A proposta era para liderar a criação de uma frente de inovação para a empresa, e adivinha, eu aceitei é claro.

O CENÁRIO DA EMPRESA 

A empresa passava por um momento de preparação para abrir IPO e ter ações na bolsa de valores, com isso, muitas coisas estavam sendo organizadas e uma delas era o formato de trabalho com inovação da empresa, criamos uma guilda de inovação com pessoas interessadas pelo assunto e lideradas por um trio de produto (PO, UX e MKT), que tinha como objetivo, entender e desenhar um processo para incentivar os colaboradores a terem uma postura mais inovadora, gerando novas ideias e melhorias para produtos e processos da empresa.

Apesar da empresa já ter iniciado anteriormente algumas frentes voltadas para inovação e realizar anualmente atividades como hackathon, não existia nenhum processo desenhado que envolvesse todos os funcionários da empresa e fomentasse o tema de uma forma continua.

NÃO PODIA SER UMA ÁREA, TINHA QUE SER UMA CULTURA

Depois de conversar com alguns líderes de áreas da empresa, percebi que muitos deles não se empolgavam mais com o tema inovação, isso porque outras iniciativas já tinham sido criadas e falharam.

Diante daquele cenário tentei entender porque as outras iniciativas não tinham seguido em frente e percebi que a atenção dada a este assunto pela empresa como um todo, ainda era superficial, ou seja, o processo partia de uma grande empolgação mas nada evoluía com o passar do tempo.

Entendi que o desafio era como motivar as pessoas para que elas pudessem participar desta movimento.

Então veio a luz!

Definimos que a nova iniciativa não seria tratada como um produto que gera a expectativa de entregas, mas uma cultura de incentivo a novas ideias.

CULTURA DÁ TRABALHO

Parece pouco, mas em um ambiente onde muitas pessoas ainda não entendem que inovação é diferente de invenção, existe um processo longo e gradativo de educação dos colaboradores sobre vários aspectos como negócio, experiência e viabilidade técnica, questões que muitas vezes estão fora das suas rotinas de trabalho e a partir desta iniciativa passaria a ser compreendido, através de rotinas semanais, dinâmicas em grupo, palestras e eventos que deixe claro o valor da inovação e como esta frente pode fazer a diferença para todos, endossado pelos gestores para passar a credibilidade que a iniciativa precisava aos colaboradores.

Uma vez definido o nosso objetivo principal, começamos  trabalhar no próximo passo, criar uma proposta que mostre que inovação não é uma área, é uma cultura, e o resultado disto seria transformar ideias simples em proposta reais de solução e novos negócios.

Gostou? deixe seu comentário. Em breve vou contar um pouco mais sobre esta experiência incrível, não deixe de acompanhar!

Precisa de apoio para criar uma cultura de inovação para a sua empresa? Conte com a gente!

admin

Pai do Rodrigo e da Kiara, casado Mineiro que vive em São Paulo desde os 2 anos de idade. Virginiano, apaixonado por Design, inovação e tecnologia, Publicitário pós graduado em AI e UX, criador da Lene Studio, consultoria em design de produtos. Adora, compor músicas e sempre que pode participa do futebol com os amigos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *