Negociando Experiência do Usuário

Negociando Experiência do Usuário

Você precisa dominar o que o impacto da boa experiência, a relação do design com as outras areas do produto e a linguagem que seus pares entendam. Afinal estamos em um mundo de negócios  e vamos falar sobre isso neste post: “Negociando experiência do usuário”, confira!

Este conteúdo foi construído para falar sobre habilidades de negociação, um tema crucial para as pessoas realizarem um trabalho com qualidade e transparência.

Não vamos falar aqui sobre ferramentas e nem conhecimentos técnicos, nosso objetivo é compartilhar conhecimento adquirido no decorrer de anos de experiência com o desenvolvimento de produtos digitais focados na experiência do usuário.

Negociação é uma troca

Antes de começar, eu preciso deixar alguns pontos claros. Quando falamos em negociação precisamos entender que isso se trata de um acordo onde todas as partes interessadas ganham, em alguns casos, esse processo vai ser de ajustar o quanto cada parte vai ganhar em cada negociação.

Não existe negociação onde só uma das partes ganhar

Três pontos importantes para uma boa negociação;

  • O impacto da experiência para o produto
  • A relação do design com as outras áreas envolvidas 
  • Os argumentos da negociação 

Trio envolvido no desenvolvimento de produtos digitais (Experiência, Tecnologia e Negócio.) onde:

  • Experiência é responsável pelo produto ser “Desejável” para os clientes; 
  • Tecnologia tornar a solução “Tecnicamente possível”; 
  • Negócio fazer com que o produto seja “Financeiramente viável”.

O perfil dos negociadores

Antes de começar a defender seu ponto de vista é muito importante que você conheça quem são as pessoas envolvidas no projeto, não só as que estão trabalhando no projeto mas todas as que tem interesse nele.

É da sua responsabilidade conversar com todas as pessoas e entender suas necessidades e objetivos, pois isso lhe dará uma visão holística sobre os objetivos e expectativas do negócio.

Ao conversar com os interessados, você vai perceber que os objetivos são diferentes, O Product Owner (P.O) por exemplo, tem o objetivo de conduzir e sustentar o produto digital o Produto Manager (P.M) tem objetivo de direcionar as Squats dando a direção para o futuro do produto, fazendo um planejamento mais estratégico, já os Gerentes Executivos tendem a focar mais na questão de negócio, pensando em retorno financeiro.

Seu papel é pensar no usuário e na experiência que ele teré ao utilizar o produto,  você não deve ignorar os interesses das outras áreas, na verdade, sua missão é alinhar todos esses interesses e ainda assim propor uma experiência de qualidade para o seu usuário.

  • Interesses por perfil

Piou ou PM é o são os responsáveis por fazer o projeto acontecer eles são quem conduz as Squats com os objetivos de entregar valor aos produtos da empresa no dia dia eles serão as as pessoas que ficaram ao lado dos designers de experiência entendendo as necessidades do cliente e aliando com as necessidades de negócio esse perfil provavelmente negociará muitas das vezes com os designers o prazo das entregasO tipo das entregas e a prioridade das entregas tentando balancear o valor entregue em cada sprint

O school master é quem cuida dos processos da Squad garantindo que as entregas alinhadas no começo do processo sejam entregues no final, esse profissional tende a negociar formas de trabalho e prazos para que os acordos feitos em cada sprint seja realizado Da forma mais ágil possível

Tech lide é o responsável pelo pilar técnico das soluções criadas ele tem o dever de garantir a viabilidade das soluções propostas prevendo os recursos necessários e a Complex Billy a complexidade para esta viabilização, este profissional tende a negociar como fazer pois tem conhecimento técnico entendi o que é ou não possível diante da estrutura de desenvolvimento da empresa

Deve Tim são os desenvolvedores que vão transformar as soluções visuais criados pelos designers em produtos digitais cuidados com todas as sugestões propostas de fluxo e interação esses profissionais tendem a ter um perfil mais passivoAs entregas do design mas estão constantemente tirando dúvida sobre a solução criada

Para negociar a experiência do usuário você precisará fazer um alinhamento de expectativas

Muitas vezes cometemos o erro de sugerir soluções com base apenas em nosso ponto de vista, mesmo entendendo que muitas vezes somos clientes do produto, ainda assim podemos ter uma percepção enviesada sobre a solução que queremos criar.

Imagine o perfil que temos, ou seja, pessoas com formação e bom conhecimento de tecnologia não são, na maioria das vezes, a maior parte dos usuários dos produtos que criamos, então não vamos ter as dificuldades que a maioria dos outros usuários terão.

Negociando tempo

Negociando valor

Negociando prioridades

Negociando a divisão das entregas

Visão de processo

Visão de futuro

admin

Pai do Rodrigo e da Kiara, casado Mineiro que vive em São Paulo desde os 2 anos de idade. Virginiano, apaixonado por Design, inovação e tecnologia, Publicitário pós graduado em AI e UX, criador da Lene Studio, consultoria em design de produtos. Adora, compor músicas e sempre que pode participa do futebol com os amigos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *